Arquivo do mês: agosto de 2013

AOS CONCURSADOS À ESPERA DE JUSTIÇA.

Tenho recebido inúmeras mensagens solicitando providências ante a inércia da administração do TJ diante do elevado número de concursados aprovados e não chamados em detrimento da contratação de estagiários. Recebi também alguns subsídios sobre essas denúncias de irregularidades. Já encaminhei … Continue lendo

Publicado em Opinião | 44 comentários

RASGARAM A CONSTITUIÇÃO DO BRASIL

No Manicômio Judiciário Heitor Carrilho há 70 cidadãos (eram 74, já saíram 4) que não devem nada à Justiça, com alta médica e recomendação de tratamento médico familiar, e permanecem “presos” indevidamente por falta de políticas públicas na Capital e … Continue lendo

Publicado em Opinião | 1 comentário

POLICIA PREDADORA E DISCRIMINADORA.

Policia predadora e discriminadora. Siro Darlan, desembargador do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e membro da Associação Juízes para a democracia. O texto constitucional é claro: “todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza”. O … Continue lendo

Publicado em Opinião | 1 comentário

EMBOLADAS E POESIAS.

O desembargador Luis Cesar Bitencourt provocou-me com a seguinte poesia:   Sou um menino de rua Completo e assumido Dela não saio nem me retiro    -“Sabe por que? Juiz doutor Siro    A lei está do meu lado O … Continue lendo

Publicado em Opinião | 2 comentários

JUSTIÇA PARA OS JOVENS BRASILEIROS

Justiça para os jovens brasileiros. Siro Darlan, desembargador do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e membro da Associação Juízes para a democracia.   Continua na pauta da mídia a questão da redução da responsabilidade penal. Os adolescentes são … Continue lendo

Publicado em Opinião | 1 comentário

CRISTO E A MASSA MANIPULADA

Cristo e as massas manipuladas. Siro Darlan, desembargador do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e Membro da Associação Juízes para a Democracia.   O perigo da voz das massas é sua manipulação. Nesses tempos de mobilizações sociais coletivas … Continue lendo

Publicado em Opinião | 3 comentários