Uso e abuso de drogas questão de saúde.

Uso e abuso de drogas questão de saúde.

Siro Darlan, desembargador do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e Coordenador Rio da Associação Juízes para a Democracia.

Uma das mais tradicionais instituições de saúde do Brasil, a Academia Nacional de Medicina, fundada por D. Pedro I, em 30 de junho de 1829 e que congrega 100 acadêmicos dentre os maiores luminares da medicina nacional e cujo objetivo é contribuir para o estudo, a discussão e o desenvolvimento das práticas da medicina promoveu um simpósio para debater o uso e a liberação da maconha.

Nenhum local é mais adequado cientificamente e socialmente para debater esse tema do que na área médica, onde os profissionais de saúde fazem uso das mais variadas drogas em seus pacientes conhecendo como nenhum outro profissional seus benefícios e efeitos colaterais. Mentes brilhantes da área da saúde, como os acadêmicos Adolfo Hoirich, Roberto Soares de Moura, Antonio Egídio Nardi e os Professores Marcelo Santos Cruz, Luciana Boiteux, Talvane de Moraes, Ronaldo Laranjeira e a Juíza Maria Lucia Karan debateram suas posições e apresentaram suas teses.

A escolha do tema engrandece essa instituição com quase dois séculos de existência e devolveu ao campo científico com autoridade para identificar as consequências do uso e dosagem certas de substâncias que a legislação ultrapassada e sem a autoridade científica necessária tipificam como crime.

O debate mostrou que está na hora de acabar com essa guerra suja e hipócrita às drogas que tem feito muito mais vítimas que a própria droga, além de contribuir para o incremento da maior droga que atinge nossa sociedade com efeitos colaterais fatais que é a corrupção dos agentes da lei e a marte de inocentes.

Está na hora de levar esse debate ao Congresso Nacional através de cientistas especializados para esclarecer a sociedade que a melhor ferramenta para combater o mau uso das drogas é a educação e o esclarecimento que a guerra impede que se faça por puro preconceito e interesses econômicos escusos.

Quem ganha com essa guerra, se até mesmo aqueles que a declararam no passado já estão repensando suas posições? No mundo todo agentes da lei sérios e comprometidos com a boa política de esclarecimento e combate a hipocrisia dos proibicionistas desejam debater e esclarecer uma politica de redução de danos que passa pela regulamentação do comércio de drogas como já fizeram com êxito alguns países, e uma ampla campanha de educação dos jovens para assim como dessa forma esta se reduzindo o uso do tabaco e a prevenção contra o vírus HIV se permita às pessoas com liberdade e responsabilidade escolher a droga e a forma de prazer para viver ou para morrer conscientemente.

Assim fazem os profissionais de saúde sem qualquer contestação o fazem com o maior respeito aos princípios da saúde e da vida como juraram por Hipócrates.

 

 

Esta entrada foi publicada em Opinião. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta a Uso e abuso de drogas questão de saúde.

  1. Ricardo disse:

    O debate é válido, porém levá-lo ao Congresso Nacional, tira qualquer esperança de que será um debate sério e com profundidade. Lamento que assunto de tal relevância necessite da participação dos nossos congressistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.