Carta da criança Thiago, hoje deve ter uns 28 anos…

Hoje encontrei essa cartinha que recebi de uma criança e transcrevo com recebi:

Rio 12 de novembro de 1996.
Prezado Dr. Sirio Darlam
Boa tarde. Estou escrevendo esta simpre cartinha para um desabafo meu paizão Dr. Sirio. Até hoje o senhor foi o meu paizão i toda as crianças. Obrigado por tudo que o senhor faz pelas crianças brasileira que foram abandonadas pelos pais. Nós não nascemos para sofrer no orfanato pelos pais sem juízo que bota os filhos no mundo i não tem juízo. Obrigado pelas pessoas que cuidarão do meu processo i que mim ajudaram muito para eu levar o nome dos meus pais adotivos. Agradeço muito a eles que adotaram. Eu esperava muito por esse dia orava todos os dias para Deus mim da esta bênça. Quando a minha mãe recebeu o telegrama era 10 minutos para as 16:00 horas, e eu falei para minha mãe que este telegrama era problema do meu registro que tinha saído. Eu quero tudo de bom para o senhor e sua família, e todos do juizado da infância, juventude do Rio de Janeiro. Agradeço por todos aqueles que mim ajudaram. Vai ficar guardado dentro do meu coração. Um dia eu vou chegar aí formado e falar para todos vocês principalmente para o senhor ficar orgulhoso confio em Deus. A professora já até falou para meu pai que eu já passei de ano a 2ª série. A minha professora é muito carinhosa comigo que eu não pareço criança de orfanato in relação as outras crianças. A dona Nária e a professora dona Elaine é a diretora e Dona Katia a vice diretora. O senhor mi desculpa pelo desabafo e que eu pedi a minha mãe para eu escrever esta cartinha para o senhor i o senhor guarde como lembrança com muito carinho no seu gabinete e do seu filho que o senhor tinha? Mim fararam quando estive na sala do senhor, filho de consideração das crianças um abraço Dr, Sirio.
Thiago
Onde quer que você esteja querido Thiago, guardei não apenas sua cartinha tão carinhosa, mas você e tantas outras crianças cujas vidas ajudei a mudar para melhor em meu coração. Se você tiver lendo querido Thiago, me procure. Quero muito saber de sua vida. Feliz 2019.

Esta entrada foi publicada em Opinião. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.