FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO

Flamengo, sempre Flamengo.
Siro Darlan, desembargador do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e membro da Associação Juízes para a Democracia.

O Flamengo é uma instituição das mais consagradas no Brasil e por isso tem o poder de superar todas as crises, e as maiores delas são protagonizadas por suas correntes internas que por não se unirem causam ao Flamengo os maiores danos. Costuma-se dizer que o maior adversário do Flamengo está dentro de sua casa. O maior nome de marketing do Brasil é incapaz de obter o financiamento para ser o mais organizado clube do Brasil por falta de competência administrativa e de profissionalismo.
Em dezembro houve uma eleição democrática e uma alternância de poder trouxe novas esperanças ao clube. Contudo, ao invés de demonstrar sua anunciada competência empresarial, o grupo que assumiu, apesar de maculada por uma folha de maus antecedentes que implicava em ter um de seus líderes respondendo processo por improbidade administrativa, dedicou-se a uma perseguição aos adversários eleitorais que resultou numa perda de tempo e frustrada tentativa de criminaliza-los.
Sob argumento de moralização do processo administrativa, não apenas reprovaram as contas da Presidenta Patrícia Amorim, como montaram uma vergonhosa Comissão que se caracterizou pelas falsas acusações, chegando mesmo a manipular versões de depoimentos de testemunhas a impor um quórum de votação na própria comissão como confessou seu presidente ao afirmar que dois membros haviam votado contra o relatório, mais o presidente exigira a unanimidade. Ora se eram cinco membros e dois haviam votado contra, houve empate na votação, e, portanto, nesse caso a interpretação deve ser a favor dos investigados, mas para que assim não fosse, disse o presidente, exigiu a unanimidade.
Aberrações á parte, a manipulação da opinião pública através do intencional vazamento do relatório cinco dias antes da votação serviu de combustível para que atingissem os objetivos abjetos de vingança política causando irreparável dano moral á doce figura de uma atleta que tantas glórias deu ao Flamengo e que dedicara três anos de sua vida, com sacrifícios familiares, pessoais e eleitorais.
O discurso de moralização soa falso quando dentre os aliados da atual diretoria está o Senhor Kleber Leite que por ter agido em nome do Flamengo, quando Presidente, sem o necessário aval dos Conselhos do Clube, causou um prejuízo que está sendo executado na justiça de R$80 milhões. Na decisão do magistrado está dito que cabe ação de regresso do Flamengo contra o responsável por essa dívida e se atual direção não o fizer está assumindo o risco da corresponsabilidade pelos danos causados ao patrimônio do clube.
Não é por falta de apoio dos verdadeiros rubros negros que o Dr. Eduardo Bandeira de Melo deixará de fazer uma boa administração. Recentemente obteve unanimidade em seu projeto de captação de recursos para financiar os esportes amadores. Em outra votação, nova unanimidade para obter 20 milhões de empréstimos, embora tenha destinado parte dessa soma para a aquisição, no mínimo temerária, do atleta Gabriel, cuja quitação do passe deveria ser peita em 2014, e estranhamente, e sem qualquer explicação foi antecipada sem qualquer desconto que beneficiasse o clube.
Após a votação de um relatório passional e parcial, onde o próprio presidente da comissão anunciou sua rejeição propondo a retirada do mesmo, e, desse modo desautorizando a comissão que presidia, ainda obteve 130 envergonhados votos de pessoas de bem, honestas e bem instruídas que por uma lealdade ao grupo que criou a maior cizânia na história do Flamengo votaram de cabeça baixa e com uma certa dose de raiva e vergonha por estarem participando dessa farsa.
Contudo, como diz o hino do Flamengo, precisamos vencer mais essa crise interna para, unidos, voltar a cantar Vencer, vencer, vencer. Uma vez Flamengo, Flamengo até morrer.

Esta entrada foi publicada em Opinião. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.