ENCONTRO COM A JUSTIÇA

ENCONTRO COM A JUSTIÇA.

Siro Darlan, desembargador do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e Membro da Associação Juízes para a democracia.

A transparência na administração pública é um princípio constitucional que se encontra estampado no artigo 37 da Carta da República e é um instrumento auxiliar da população para o acompanhamento da gestão pública. Ela permite que se abra um diálogo entre o gestor e a população que democratiza a participação do cidadão que pode cotejar e avaliar cotidianamente a administração pública e tem um caráter preventivo, inibindo situações de desvio e malversação de recursos públicos.

O Jornal do Brasil disponibiliza um precioso espaço para que magistrados prestem contas de sua função pública em suas páginas. É necessário que esse diálogo seja ampliado não apenas como uma forma de prestação de contas aos jurisdicionados, mas para tornar a jurisdição cada vez mais conhecida e transparente em suas ações e dificuldades. Muitas vezes, por falta de conhecimento a prestação jurisdicional sofre críticas destinadas aos magistrados não merecidas. Isso se deve não apenas pelo desconhecimento das funções de segurança pública, mas por falta de comunicação institucional.

A Rádio Família FM, 104,5 também disponibilizou um horário semanal ás sextas feiras das 11 às 12 horas para que magistrados dialoguem diretamente com os ouvintes esclarecendo dúvidas e noticiando fatos relevantes do judiciário fluminense. Essa comunicação direta com a população desmistifica uma máxima antiga e falsa de que os juízes só podem falar nos autos do processo, motivo de alienação e distanciamento que elitiza e torna inaccessível a Justiça. Sem transparência, caminha às escuras o controle social e a administração da justiça, enquanto o controle social através da comunicação pode se converter em um grande auxiliar do gestor público.

A transparência e o diálogo com a população são os melhores remédios para coibir, não apenas a corrupção, mas o desperdício, o desleixo, a falta de visão e de zelo com o dinheiro público. È a melhor forma de aperfeiçoamento da administração da justiça e controle dos maus gestores além de patrocinar aos cidadãos o acesso ás informações.

Esta entrada foi publicada em Opinião. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

3 respostas a ENCONTRO COM A JUSTIÇA

  1. Celso Goulart disse:

    A Rede Jurídica TV, também é parceira do programa Encontro com a Justiça.
    Abs.

  2. fabio disse:

    Boa tarde!
    V. Ex.a Siro Darlan.

    Gostei do debate que ocorreu nesta segunda – feira no SBT RIO.
    O senhor defendendo a legalização das DROGAS.
    O senhor tem razão legalizando as drogas o seus filhos não vão precisar mais roubar dinheiro da sua carteira pra usar cocaína, maconha, Ecstasy, craque,Skank,Merla, LSD , cheirinho da lolo entre outros.
    O senhor vai poder dar dinheiro diretamente a eles, pois será legal, não contravenção penal.
    Podemos ir mais longe ainda, por que não.
    Vamos legalizar a prostituição ai se uma de suas filhas quiser trabalhar como tal, ao menos ela terá carteira assinada, com todos os benefícios que a CLT oferece.
    Haaaaa. não podemos esquecer do aborto legalizado vai que uma de suas filhas que trabalham em uma casa de prostituição legalizada fique gravida, ela poderá fazer quantos abortos ela tiver vontade pois é tudo legalizado.
    Diga sim a essas legalizações e inclua os seus familiares nela, porque democracia e todos sem exceção participarem.

    Toma vergonha na cara um Desembargador ir a publico e defender isso.
    É uma vergonha para o magistrado, ainda mais uma pessoa que foi juiz da vara infância e juventude do Rio de Janeiro.
    Vai ajudar a mudar o código penal e dar penas mais duras a esses meliantes, que assassinam pais , mães de famílias e seus filhos por drogas.
    Att. V. Ex.a
    PT saudações.

  3. Siro Darlan disse:

    Respondi a esse mal educado ANÔNIMO e COVARDE e ele calou-se como fazem os COVARDES que não falam pessoalmente, nem se identificam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.