ALUNOS DE ESCOLAS DE SÃO GONÇALO VÃO DECORAR NOVO FORUM DE ALCÂNTARA.

de escolas públicas ajudam a decorar novo fórum em AlcântaraNotícia publicada pela Assessoria de Imprensa em 13/03/2014 19:56

Azulejos com o tema Direitos Humanos, pintados por alunos das escolas públicas do Município de São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, vão decorar o Fórum Regional de Alcântara, que será inaugurado no dia 25 de março pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro.

O novo prédio receberá o nome da Juíza Patrícia Acioli, assassinada em agosto de 2011, e será o primeiro do Poder Judiciário fluminense a ter em suas paredes o projeto “Inscrever os Direitos Humanos”, idealizado pela artista plástica Françoise Schein.

Uma reunião preparatória para a instalação do projeto, que mescla arte, cultura, questões sociais e educativas, foi realizada nesta quinta-feira, dia 13 de março, entre o TJ do Rio, a Prefeitura de São Gonçalo, a Câmara de Vereadores e a Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro (Amaerj).

A presidente do TJRJ, Desembargadora Leila Mariano, destacou a importância da parceria entre os poderes e disse que o encontro é o pontapé inicial para o sucesso da iniciativa. “Tem toda uma primeira etapa que precisa ser realizada no aspecto de sensibilização dos professores, preparação das turmas, realização de concurso para escolher os melhores azulejos, palestras, além de visitas dos alunos ao fórum”, afirmou.

A Juíza Denise Apolinária, diretora de Direitos Humanos da Amaerj, explicou que, no novo fórum, será criado um espaço permanente, dividido entre os poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, onde ocorrerão programações permanentes alusivas aos Direitos Humanos. “A ideia é que, no futuro, tenhamos uma sociedade de mais paz”, afirmou.

Também presente na reunião, o Desembargador Siro Darlan lembrou que a ideia é a soma de esforços e interesses comuns. Segundo o Vereador Diego São Paio, a expectativa é que o projeto esteja pronto até o final do ano. “Vamos movimentar a cidade, os professores, a rede municipal. O mais importante é essa sinergia, essa harmonia entre os poderes”, concluiu.

Também participaram da reunião o presidente da Amaerj, Juiz Rossidélio Lopes, o prefeito de São Gonçalo, Neilton Mulim, o presidente da Câmara de Vereadores, Dinei Marins, entre outras autoridades.

Esta entrada foi publicada em Opinião. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.